sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Reestruturando...

Em meados do ano passado (2008), criei este blog com o objetivo de discutir alguns assuntos que considero importante para melhor compreender nossas realidades.

Desde a primeira postagem, tentei elaborar textos para estimular discussões sobre assuntos como Jornalismo, Política, Cultura, Teatro, Música, História, entre outros. Assim, minha proposta era fazer com que os textos contribuissem para a reflexão dos leitores, visando um diálogo constante entre eles. Eu, como idealizador e autor desta página,também me considero sobretudo leitor destes textos. Desse modo, eu estou aprendendo através dos meus próprios textos e da opinião dos leitores do Cálice.

Por considerar esta proposta razoável, manterei este mesmo objetivo, pois acredito que este é o método mais viável para uma constante reflexão acerca dos temas que me proponho a discutir neste espaço, seja através dos meus próprios textos ou da opinião dos leitores. Sendo assim, os leitores são fundamentais para mim e para o Cálice.

Entretanto, alguns leitores me sugeriram que eu mudasse a forma de construir os meus textos. Por considerá-los parte integrante do projeto, resolvi adaptar o blog para atender as expectativas deles e as minhas também. Afinal, sem os leitores a proposta do Cálice morre na praia. Segundo eles, os textos eram "densos demais". E como forma de agradá-los e fazê-los sentir prazer em refletir sobre os temas, tentarei, já na próxima postagem, mudar a forma de escrever - e espero não decepcioná-los.

Agradeço a todos que lêem o Cálice. Compreendo que alguns não gostem de opinar, mas continuo insistindo para que dêem "um cálice de opinião, sem gelo, por favor", pois sem sugestões, críticas e elogios não há movimento. No meu modo de pensar a vida é um constante movimento e, portanto, uma constante transformação. Como dizia o auspicioso Simón Rodriguez, escritor e pensador venezuelano: "Ou inventamos ou erramos". Nesse sentido, meu esforço é fazer valer esta máxima, pois através da discussão podemos inventar um mundo feliz e harmônico.

Embora isto seja uma gota de esperança em um oceano de horror, eu acredito que tudo que é grande começa pequeno. E isto estimula minha esperança na construção, tijolinho por tijolinho, de um mundo cada vez melhor para nós mesmos.

Muito obrigado!

Peço que me ajudem a divulgar.

Em breve, novas postagens. Aguardem!

P.S.: Por falta de tempo não estou atualizando o blog com muita frequência, mas farei o possível para manter uma razoável regularidade.

João Gabriel Rodrigues e Figueiredo.

3 comentários:

Marcelo "Kieer" Soares disse...

boa João, é bom renovar, uma forma de buscar novos leitores, acredito que vc acerte na mão para os novos textos... saudades de ti mlk...flws

abração... dá-lhe Palmeiras..rsrs

Anônimo disse...

nao acredito que discussões possam nos levar a um mundo de felicidades, mesmo que imaginário
discussões podem gerar incertezas e conflitos entre as pessoas e entre si mesmo apenas isso.

Denis disse...

Acredito que sempre fará a diferença discutir nossas realidades, pois, assim, poderemos criar pensamentos e "historizar" com fidelidade. Mesmo que em densos textos. A discussão verbal transcedes os espaços e são refletidas em palavras escritas.